domingo, 25 de setembro de 2011

Un Cuento Chino...

Comédia maravilhosa! Recomendadíssima! ^^

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Um dia pensando em Clarice Lispector

Às vezes, gosto de revisitar algo da Literatura; da Arte... às vezes, penso que meu caminho deva ser retomado; ando por linhas tortas. Há tempos não escrevo. Hoje, porém, resolvi visitar Clarice. Tentar, com ela, traduzir um pouco dos meus pensamentos.


Escritora, sim; intelectual, não.

“Outra coisa que não parece ser entendida pelos outros é quando me chamam de intelectual e eu digo que não sou. De novo, não se trata de modéstia e sim de uma realidade que nem de longe me fere. Ser intelectual é usar sobretudo a inteligência, o que eu não faço: uso é a intuição, o instinto. Ser intelectual é também ter cultura, e eu sou tão má leitora que agora já sem pudor, digo que não tenho mesmo cultura. Nem sequer li as obras importantes da humanidade.
[...] Literata também não sou porque não tornei o fato de escrever livros ‘uma profissão’, nem uma ‘carreira’. Escrevi-os só quando espontaneamente me vieram, e só quando eu realmente quis. Sou uma amadora?
O que sou então? Sou uma pessoa que tem um coração que por vezes percebe, sou uma pessoa que pretendeu pôr em palavras um mundo ininteligível e um mundo impalpável. Sobretudo uma pessoa cujo coração bate de alegria levíssima quando consegue em uma frase dizer alguma coisa sobre a vida humana ou animal.”




Fonte desta citação e desta imagem: Clarice Lispector






Published with Blogger-droid v1.7.4

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Uma doce Mentira - Título original: De vrais mensonges

A boa dica de hoje para o cinema!


Comédia - 1h45min – 12 anos

Distribuidor Brasil: Mares filmes


Numa manhã de primavera, Emilie recebe uma linda carta de amor anônima. Sua primeira reação é jogar a carta no lixo. Mas ela vislumbra uma forma de salvar sua mãe, uma mulher triste e isolada desde a partida de seu marido. Sem pensar muito, ela envia a carta para a mãe, sem saber que o autor é Jean, seu tímido empregado. Emilie não imagina que seu gesto desencadeará uma série de desentendimentos, criando situações fora de controle.


«Por trás das mentiras deste vaudeville, Salvadori aponta algumas verdades bem sentidas, apostando na cumplicidade de suas duas atrizes e de Sami Bouajila, irresistíveis. » - Viviane Pescheux, Télé 7 Jours

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Árvore da vida

"A Árvore da Vida" discute religião com Brad Pitt e Sean Penn

 

Ganhador da Palma de Ouro em Cannes, filme dirigido por Terrence Malick faz reflexão filosófica e teológica sobre a existência.

Veja comentário completo em: IG - Cultura - Cinema