terça-feira, 19 de agosto de 2014

Daquilo que não controlamos

A gente sabe que ninguém "fica pra semente", como diria meu avô. A gente sabe que, normalmente, eles se vão antes de nós. Infelizmente. Essa é que é a verdade... esse é o ponto. Hoje meu avô completaria 82 anos...

Faltou pouquinho, meu velho. Mas te chamaram antes. De qualquer modo, esse dia vai sempre ser o TEU dia por aqui. Nós ficamos... assim... meio perdidos. Meio sem saber como ficam as coisas. Tentando colocar tudo no lugar.  O que nos consola é que sabemos que estás melhor por ai. Mais perto de nós do que a distância física anterior permitia. Estás bem longe do nosso 'frio nojento', que tantos e tantos invernos te incomodou. As pernas não mais te limitam, porque nada do que é desse mundo aqui interessa a quem já dele se libertou.

Feliz aniversário. E MUITO obrigada por tudo.


Nenhum comentário: